Por Pensamentos

Achei muito bons os esclarecimentos acerca dos pensamentos, abaixo. Entretanto, fiquei com algumas dúvidas e peço as suas palavras iluminadas ou de alguém que possa ajudar.

Devo perdoar em pensamento o que pequei em pensamento?
Devo pedir perdão em pensamento às ofensas q dirigi aos irmãos?
Assim se daria a expiação?

Ou teria que procurar o irmão e lhe pedir perdão pelo mal juízo que fiz dele?
Com isso eu nao criaria, talvez, uma mágoa naquele coração?
Como dizer a um irmão "eu o perdôo pela conduta x", se muitas vezes ele não me ofendeu, mas eu me senti ofendido!

O que precisaria da participação "corpórea" do irmão e o que poderia ser apenas no plano espiritual?

Eu gostaria muito de botar em prática o perdão!

Desejo luz e perdão a todos.

Zi

Respostas


Os pecados são ilusões.
As ilusões nós mesmos criamos para nós mesmos.
Quando criamos passamos a acreditar nelas.
Como ilusões são criações equivocadas devem ser desfeitas.
O plano Divino para desfazer as ilusões chamamos aqui de Expiação.
Expiar é desfazer.
A única maneira de desfazer ilusões é o perdão, que quando completo é a Expiação.
Se pecamos por pensamentos palavras, atos e omissões, e sabemos que tanto palavras, quanto atos e omissões tem origem no pensamento, saberemos que só o pensamento contém o poder que pode ser direcionado para criar o eterno, ou fazer ilusões.
Tem também um dito popular em que diz: aqui se faz aqui se paga.
Aqui, se refere ao nível em que foi feito.
Nível do pensamento.
Nível da palavra.
Nível da ação.
Nível da omissão.

ou
mente, emoção, matéria.

Sabemos que o pecado tem origem no julgamento.
Então para parar de pecar, parar de julgar.
Mas os pecados que já foram cometidos deverão ser desfeitos pelo Perdão.
No nível em que aconteceram.
No sentido vertical, de vaixo para cima.
Primeiro os equívocos materiais.
depois os emocionais.
finalmente os do nível damente.
Este é o plano da Expiação.
Tal qual eu o compreendo agora.

Já pensei mal de uma pessoa, e fui confessar a ela, que o havia feito, e pedir perdão.
Para eu foi maravilhoso, para a pessoa meio esquisito.
Mas o perdão é algo que ninguém pode negar ao ser pedido.
Pode dizer que nega, gritar, espernear, dizer que não, mas é como segurar uma torre caindo.
O perdão é inevitável.
Tanto quanto Deus o é.
Tanto quanto o somos para Deus.
Então perdoar.
Então pedir perdão.
Por pensamentos, palavras escritas ou faladas, ações e ou omissões.
Temos outra maneira de nos expressarmos?

Bênçãos de luz
Jorge


 

©  2004 - Milagres