Relacionamentos

Olá pessoal, eu estou me sentindo muito triste neste momento, nem sei se é o certo que estou fazendo, alguns podem até achar ridículo, mas me sinto tão em família com voces, que preciso desabafar um pouco.
Há 05 meses acabou um namoro meu de 10 meses, ainda não superei. Meu relacionamento foi totalmente "especial", , até chegar ao ponto de estar com alguém por companhia. O que doeu foi a traição por parte dele, o fato de terminar comigo por ter conhecido outra pessoa, e a dor maior ainda era que eu desconfiava e sabia quem era essa pessoa mas eu somente percebi, deixei rolar a situação até onde chegou e chego a ter raiva de mim por não ter feito algo ante dele terminar (talvez seja meu ego cobrando a falta de uma posição mais rígida de minha parte).
Hoje uma pessoa me convidou para sair e eu disse não. Me pergunto por quê?
Sinto medo de começar novamente; sinto que ele não é meu tipo, não me atrai.
Penso muito no Curso neste momento, como eu deveria chegar a uma conclusão:
aprendi que o que procuro como um tipo é exatamente o que me culpo e acabo tendo outro relacionamento especial. O certo é eu me envolver com quem menos me atrai e vê-lo na sua essencia (ver o Cristo dentro dele)? Até que ponto chega isso? Como supero o medo de me evolver se o contrario do medo é amor?
eu tenho medo do amor.... (estou sendo muito radical?)
Muita luz, Andreia

Respostas


Andreia
Sobre relacionamentos

A caixa.
Recebi em minha casa uma caixa.
Linda!!!
Toda em papel violeta, com laços dourados.
Linda!!!
Não dava nem vontade de abrir.

Passei vários minutos segurando a caixa.
Era agradável toca-la.
Era prazeroso senti-la em minhas mãos.
Aquela linda caixa, em minhas mãos, minha!!
Então, fui delicadamente abrindo-a
Não queria estragar a linda embalagem.
Desfiz cuidadosamente os laços, e aos pucos lentamente fui retirando o papel que a cobria.
E, então a abri!!!
Surpresa!!!
Estava vazia!!!
Não tinha nada dentro!!!
Então apareceu a pessoa que me enviara a caixa.
-E então, gostou,? perguntou.
-Sim, da caixa, mas está sem nada dentro.
-Mas a embalagem é linda não é mesmo?
-Sim, confesso fiquei muito entusiasmado, mas depois que a abri, fiquei decepcionado, não tem nada dentro.
Bem, quando vemos as pessoas pelas suas aparências não vemos o que tem dentro. A abertura vai acontecendo aos poucos. quanto mais bela a embalagem, mais tempo nos detemos nela.
E a medida que vamos retirando os belos laços de fita, e as folhas brilhantes de papel que as encobre, descobrimos seus conteúdos.
Muitas vezes, estamos tão pouco concentrados no conteúdo, que passamos a conhecer a pessoa somente pela suas aparecias exteriores.
E mesmo que na caixa tenha algo muito valoroso, não conseguimos ver nada.
Depositei nesta caixa alegria, amor e paz.
Porque não encontrei nada que tivesse mais valor, que durasse a eternidade do que todo o meu amor.
Mas ele não é palpável, não vais senti-lo no tato.
Mas ele não tem aroma, não vais senti-lo no olfato.
Mas ele não é visível, não vais senti-lo no olhar.
Mas ele não é sonoro, não vais ouvi-lo soar.
Nem tampouco é degustavel, não poderás saborear.

Também não é exclusivo
Se propaga pelo ar.
Terás que compartilhar.;
Com tudo oque há no universo.
Sem nada discriminar.

Jorge


 

 

 

©  2004 - Milagres