Capítulo 1- O Significado dos Milagres
III. Expiação e milagres

4.Eu sou o único que pode apresentar milagres de modo indiscriminado porque eu sou a Expiação.
Tu tens um papel na Expiação que eu ditar-te-ei.
Pergunta a mim quais os milagres que deves apresentar.
Isso te poupa esforço desnecessário, porque estarás agindo sob comunicação direta. A natureza impessoal do milagre é um ingrediente essencial, porque me capacita a dirigir a sua aplicação, e sob a minha orientação, os milagres conduzem à experiência altamente pessoal da revelação.Um guia não controla, mas de fato dirige, deixando a ti a decisão de segui-lo.
"Não nos deixeis cair em tentação" significa:
"Reconhece os teus erros e escolhe abandoná-los,
seguindo a minha orientação".
 
Comentários
 

O Deus que existe em mim faz todo o milagre, porque eu por mim mesma não tenho esta capacidade. No momento em que me disponho a fazer as expiações ELE me dirá como faze-las, por isso não devo me preocupar de como faze-las. Eu por mim mesma não tenho a capacidade de saber qual o milagre que meu irmão necessita, somente Deus conhece o seu interior e de qual o milagre verdadeiramente está necessitado, por isso a revelação é extremamente pessoal. O exercício de oferecer milagres ao meu irmão irmão é que estou no amor incondicional. A partir do momento em que escolho fazer minhas expiações, estou rogando a Deus, Buda seja lá o que for que me ajude a não retornar ao equívoco, pecado, erro.

Graça


 

©  2004 - Milagres